Saiba mais sobre as baratas e como combatê-las
21 de junho de 2017
7 riscos caso você não faça a limpeza da fossa pode acontecer
7 de julho de 2017

A importância da limpeza de fossa

Fossa séptica é reservatório subterrâneo para o qual o esgoto é destinado. Essa unidade trata o esgoto, realizando a separação fisio-química da matéria sólida e, posteriormente, conduz os materiais, já livres de contaminação, a um sumidouro – poços profundos que permitem a entrada dos efluentes. O dispositivo é destinado a receber a contribuição de um ou mais domicílios, com capacidade de dar aos esgotos um grau de tratamento compatível com a sua simplicidade e custo.

Como a fossa séptica é uma câmara que recebe constantemente resíduos e esgoto, é fundamental que seu funcionamento seja correto, para assim evitar problemas como retorno, mau-cheiro e proliferação de pragas (baratas, ratos e insetos). E há outro ponto: como essas estações fazem o tratamento dos efluentes, se deixam de funcionar corretamente, significa que todos os resíduos estão sendo lançados ao ambiente sem o devido tratamento, resultando em poluição e contaminação.

A limpeza da fossa deve ser anual (como mínimo). A periodicidade depende de fatores como tamanho do reservatório, quantidade de água liberada pelo sistema, número de pessoas que utilizam o imóvel, etc.

A empresa contratada, além de experiência, deve apresentar certificação junto aos órgãos competentes. As ações de limpeza compreender a extração e transporte do material recolhido e, para fazê-lo com total segurança, necessitam de autorização. É o caso da Mogiene, que conta com profissionais capacitados e oferece todo o respaldo para o tratamento da fossa.

0800 771 5633
(11) 4794-5633 | (11) 4727-5633
Cadastro na CETESB sob nº 454.0076-6
Cadastro na Vigilância Sanitária sob nº 353060790-812-000001-1-6
Copyright 2017 Mogiene. Desenvolvedor e Mantenedor Personal Marketing Digital